domingo, 25 de agosto de 2013

Pala ou Poncho?

Esses dias frios aqui no sul trazem à tona algumas peças características da indumentária gaúcha que servem para nos proteger do frio intenso, e claro, dar um toque diferente no visual. 

Mas qual a diferença mesmo entre estas peças? 


Pala: É sempre retangular, com franjas nos quatro lados. Freqüentemente ostenta listas retas, paralelas aos lados maiores do retângulo. A gola do pala é um simples talho, por onde passa a cabeça. Pode ser de lã ou algodão, quando protege contra o frio, ou de seda, quando protege contra o calor.  










Poncho: É invariavelmente de lã grossa. O poncho tem a forma circular ou ovalada. O poncho só protege contra o frio e a chuva. Não tem franjas, nem listas. A gola é alta, abotoada e há um peitilho na frente do poncho. 












Bichará: é um pala feito em teares manuais, de tecelagem folclórica, com a lã natural de ovelha, quase sempre nas cores naturais dessa lã. O bichará é feito de dois panos, tecidos um de cada vez, e que fora do tear são costurados um ao outro deixando apenas uma abertura ao centro para a cabeça. O bichará só protege contra o frio.










Pala-poncho: também chamado de poncho-pala, é um pala maior, de lã industrializada, de forma semi-retangular com os cantos levemente arredondados, e com franjas ao redor. O pala-poncho também só protege contra o frio. 

Fonte: http://pithanpilchas.blogspot.com.br/2010/06/pala-e-poncho.html